LibreOffice – Corrigindo aspas duplas/simples


Olá a todos!

Esta simples dica é dedicada àqueles que preferem escrever os seus tutoriais no LibreOffice e que devem tomar um cuidado extra com a formatação das aspas e traços duplos em seus textos.

Esta é, aliás, uma prática muito recomendada, já que o LibreOffice oferece ótimos recursos de formatação e correção ortográfica.

O porém, é que ele “enfeita” demais certos caracteres, o que pode prejudicar a aplicabilidade de seu tutorial.

Um exemplo muito comum se referem às aspas duplas (“”) e simples (‘) :

Obs.: Tive que colocar dentro da syntax pois o WordPress também usa estas aspas):

Aspas duplas normais: "texto"
Aspas duplas do LibreOffice: “texto”

Aspas simples normais: 'texto'
Aspas simples do LibreOffice: ‘texto’

Reparem que elas possuem um visual diferente (semelhante ao obtido através da combinação de teclas AltGr + v e AltGr + b – para aspas duplas; AltGr + Shift + v e AltGr + Shift + b para aspas simples).

Estas aspas mais elaboradas não são reconhecidas pelo sistema como o que deveriam ser: aspas!

Isso pode prejudicar o seu tutorial, sobretudo se ele contém comandos e arquivos de configuração.

Vejamos alguns exemplos. Executem os comandos:

Certo:

$ echo "Isto é um texto sem aspas"

Errado:

$ echo “Isto é um texto sem aspas”

Agora com aspas simples:

$ echo '"Isto é um texto com aspas duplas"'

Errado:

$ echo ‘"Isto é um texto com aspas duplas"’

Estes erros podem tornar inoperante um script, por exemplo:

Crie um arquivo chamado teste.sh com o seguinte conteúdo:

#!/bin/bash

echo -n "Digite um número: " ; read NUM

if [ `expr "$NUM" % 2` -lt 1 ] ; then
 echo "O número $NUM é um número par."
else
 echo "O número $NUM é um número ímpar."
fi

E execute:

$ bash teste.sh

Na saída correta, ele exibe se o número digitado é par ou ímpar. Agora, experimente alterar as aspas do script:

#!/bin/bash

echo -n “Digite um número: “ ; read NUM

if [ `expr “$NUM” % 2` -lt 1 ] ; then
 echo “O número $NUM é um número par.”
else
 echo “O número $NUM é um número ímpar.”
fi

Com estas aspas, ele não executará corretamente, exibindo uma mensagem de erro.

Como solucionar.

É bem simples, basta clicar no menu Ferramentas > Opções de autocorreção. Na tela que se abrir, na aba “Opções do local”, desmarque as caixas “Substituir” nos campos “Aspas simples” e “Aspas duplas”:

aspas_libreoffice

Depois, basta clicar em OK que as alterações já passam a funcionar.

Bônus – Corrigindo traços duplos.

Um outro erro (considero um erro, pois é um recurso que mais atrapalha do que ajuda) que ocorre no LibreOffice: ao digitar dois traços ele imediatamente os converte em um travessão.

Assim, se digitamos um comando que utiliza dois traços no LibreOffice, como por exemplo:

$ wget --help

Ele converterá para um travessão:

$ wget –help

Note que, ao executarmos os comandos, o primeiro exibirá o menu de ajuda, já o segundo retornará um erro (com direito às aspas enfeitadas, rs): “wget: não foi possível resolver endereço de máquina “–help””

Para corrigir, basta ir novamente no menu Ferramentas > Opções de autocorreção e, na aba “Substituir” exclua a linha que contém esta regra (no meu caso, ela é a primeira):

tracos_libreoffice

E, na aba “Opções”, desmarque as caixas da opção “Substituir traços”:

traco_libreoffice-2

Estas regras substituem os traços duplos por um travessão. Ao excluí-las (e confirmar, clicando em OK), as mudanças já estarão funcionando.

Abraço e…

Até a próxima!

Anúncios
LibreOffice – Corrigindo aspas duplas/simples

2 comentários sobre “LibreOffice – Corrigindo aspas duplas/simples

  1. edps disse:

    Valeu Leandro, obrigado pela contribuição.

    Peço a todos vocês minhas desculpas, mas não ando tendo tempo para nada devido ao trabalho, por isso o Blog anda parado.

    Sobre a dica isso é interessante principalmente em relação aos 2 traços que o WordPress costuma transformar em travessão.

    Um abraço.

    Curtir

    1. Leandro Nkz disse:

      Valeu, Edinaldo.

      Já no meu caso, é justamente o contrário: estou de férias, rs.

      Quanto ao WordPress, infelizmente eu não conheço uma forma de desabilitar este recurso. Tanto que já encontrei muitos tutoriais em blogs com wordpress que possuíam este erro em comandos. Ao menos, a syntax ajuda muito neste caso.

      Abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s