Slackware mínimo para testes no VirtualBox


Nas imagens a seguir vemos uma Appliance, ou seja, uma máquina virtual pronta de uma instalação build from scratch do Slackware 14.

A seguir vemos algumas das etapas que segui após a importação e instalação da VM no VirtualBox.
Infelizmente ficarei devendo um algo mais devido a uma queda abrupta de energia que levou ao corrompimento da máquina virtual (onde já estava rodando o XFCE), o kernel mais atual e etc.
De antemão advirto que para a instalação de muitos pacotes será necessário usar a opção file-search do slackpkg para a resolução das dependências (como já ouvi dizer… no Slack o gerenciador de dependências é o usuário, então não espere facilidade!), então fica a dica, se necessário usem e abusem de:
# slackpkg file-search alguma-lib.so
# slackpkg install nome-do-programa
Ou se necessário que compile a tal dependência para o correto funcionamento do programa (não tive essa necessidade aqui)
Aos interessados em testar a tal VM, a senha para o root é slack. Abaixo segue o link para download do arquivo .tar:

http://nodakengineering.com/wp-content/uploads/2012/12/LFS.ova

Sobre a importação e método de instalação sugiro a leitura do artigo abaixo:

http://nodakengineering.com/?page_id=483

Referências.

http://nodakengineering.com/?p=692

Anúncios
Slackware mínimo para testes no VirtualBox

5 comentários sobre “Slackware mínimo para testes no VirtualBox

  1. marco brainiac disse:

    OI amigo td bem?

    Estou pensando em explorar numa MV o Slackware, poderia me informar se ele segue um padrão diferent do Debian como baixar pacotes, instalar, ou usa algo similar ao apt-get?

    Agradeço desde já

    Curtir

    1. edps disse:

      Então Marco, o Slackware usa o slackpkg:

      # slackpkg update
      # slackpkg upgrade-all
      # slackpkg install-new
      # slackpkg clean-system
      # slackpkg search nome-do-pacote
      # installpkg nome-do-pacote
      # removepkg nome-do-pacote
      # slackpkg file-search alguma-lib.so

      Resumindo:

      O primeiro atualiza (sincroniza as listas de pacotes com os repositórios oficiais.
      O segundo atualiza todo o sistema.
      O terceiro (não uso).
      O quarto idem, exceto se houver a instalação de um novo pacote na unha daí removo o mais antigo.
      O quinto realiza uma busca (procura por pacotes).
      O sexto instala um pacote (ou uma série deles).
      O sétimo remove um pacote (ou uma série deles).
      O oitavo tem o trabalho de resolver para você em que pacote encontra-se alguma biblioteca (lib) necessária para a execução correta de um programa, de posse da informação você usará:

      # installpkg nome-do-pacote

      Ou terá que compilar a tal dependência da forma tradicional.

      Existe para o Slack o slapt-get que tem funcionalidades parecidas com o apt-get, mas não o recomendo para atualizar o sistema e sim para instalar um ou outro programa que não existam nos repos oficiais:

      http://gnutwoall.wordpress.com/2012/09/29/slapt-get-no-slackware-14/

      Um abraço.

      Curtir

  2. Davidson disse:

    Opa edps, tudo bem? estive vendo esses screens e gostaria de lhe perguntar se você tem ou conhece algum artigo que trate em como fazer uma instalação bem seca do slack, curto d+ ele mas são tantos pacotes que acabo desmarcando poucos e ele fica meio gordinho no final, pois pretendo slackizar minha casa, muhaha, todo mundo aqui vai sofrer junto comigo no slack, XD
    [ ]’s

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s