Instalação do Debian Wheezy LXDE


How-to de instalação do novo Debian Wheezy, lançado em 04 de Maio de 2013, aqui tendo o LXDE como base.

O download poderá ser realizado através do link abaixo:

Instalação.

Sem maiores delongas visto que assim como no Slackware, o Debian Installer não muda, segue as imagens da instalação em modo de slide:


Este slideshow necessita de JavaScript.

e após o login…

Bom, agora justifica-se algumas palavras…

Abaixo vemos o desktop carregado com o sources.list e o Synaptic exibindo 1103 pacotes instalados…

wheezy_lxde-10_21_09

Como os headers do kernel vem instalado por padrão, para usar o compartilhamento de pastas no VirtualBox e ouvir MP3 bastou isso:
# adduser edps vboxsf
# apt-get update
# apt-get install mpg123
Reiniciar o sistema, acessar o ponto de compartilhamento, abrir um terminal e executar o mpg123 (já o que o LxMusic negou-se a reproduzir MP3)…

wheezy_lxde-10_30_16

Em seguida instalei o Gnome Mplayer para ver vídeos…

wheezy_lxde-10_37_17

Abaixo, o Iceweasel 10 em pt_BR com uma triste notícia para os fãs do Slayer…

wheezy_lxde-10_43_47

Mensagem de falta de plugins no Iceweasel e o fraco suporte a vídeos do youtube no mesmo, tive que recorrer às seções contrib e non-free no arquivo /etc/apt/sources.list que não vem por padrão para instalar o pacote flashplugin-nonfree

wheezy_lxde-10_50_37

Pequena modificação no painel LXDE, adicionando o controle de volume e transparência no mesmo…

wheezy_lxde-11_12_01

sources.list…

Abaixo segue a minha sugestão de sources.list para o novo Debian Wheezy:

### ------------------
### Debian 7.0 Wheezy.
### ------------------
### Chave GPG: sudo apt-get install debian-archive-keyring
deb http://sft.if.usp.br/debian/ wheezy main contrib non-free
#deb http://mirrors.geeks.org/debian/ wheezy main contrib non-free
#deb http://mirror.rit.edu/debian/ wheezy main contrib non-free

### -------------------------------------
### Debian 7.0 Wheezy Security 'Updates'.
### -------------------------------------
deb http://sft.if.usp.br/debian-security/ wheezy/updates main contrib non-free
#deb http://security.debian.org/ wheezy/updates main contrib non-free

### -------------------------------------
### Debian 7.0 Wheezy Updates (Volatile).
### -------------------------------------
deb http://sft.if.usp.br/debian/ wheezy-updates main contrib non-free
#deb http://mirrors.geeks.org/debian/ wheezy-updates main contrib non-free
#deb http://mirror.rit.edu/debian/ wheezy-updates main contrib non-free

### ------------------------------
### Debian 7.0 Wheezy 'Backports'.
### ------------------------------
### Chave GPG: sudo apt-get install debian-archive-keyring
deb http://sft.if.usp.br/debian/ wheezy-backports main contrib non-free
#deb http://mirrors.geeks.org/debian/ wheezy-backports main contrib non-free
#deb http://mirror.rit.edu/debian/ wheezy-backports main contrib non-free
Lembrando que salvo raras excessões, o repo deb-multimedia não é mais essencial para um Desktop Debian, pois já temos suporte a mp3 e a diversos formatos de vídeo com os repos padrão. O mesmo não se pode dizer em relação aos repos contrib e non-free, visto que sem eles não temos um suporte decente ao Flash, aos drivers e firmwares proprietários e etc.

Da lista acima, somente o repo wheezy-updates não foi incluso na dica sobre o sources.list para o Debian Wheezy, pois o mesmo somente é criado após o lançamento da release estável. E na dica citada, o repo deb-multimedia está presente, mas como dito, não é essencial.
Um sources.list extra poderá ser visto através do seguinte link:

o systemd!…

Aproveitando a dica sobre o systemd, utilizei essa VM para capturar imagens dos mesmos passos lá descritos, somados às imagens de boot no sistema, ei-los…


Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios
Instalação do Debian Wheezy LXDE

17 comentários sobre “Instalação do Debian Wheezy LXDE

  1. Leandro Nkz disse:

    Gostei das novidades! Especialmente do suporte à multiarquitetura. Lembro que tive que fazer alguns malabarismos para poder instalar pacotes 32 bits em meu Debian 64.

    Agora fico naquela dúvida cruel: atualizar pro Wheezy ou permanecer no Squeeze? rs

    Curtir

    1. edps disse:

      As maiores vantagens do Squeeze é a estabilidade e a leveza do sistema já que não usa GTK3, por outro lado tem algumas desvantagens (para mim pelo menos), o OpenBox é velho e sem suporte a ícones, alguns temas ou ícones não funcionam devido ao gtk-engines-murrine e outros deixam de ser compilados por causa do libgtk2.0-dev.

      Embora meu Wheezy esteja excelente farei uma instalação do zero, primeiramente testando numa partição separada para somente depois substituir essa minha instalação.

      t+

      Curtir

    1. edps disse:

      O systemd não é o padrão do Debian, no Debian o padrão é o sysvinit, popularmente conhecido como SystemV.

      Esse método que aqui expus é o mais seguro, mas tem um outro jeito que pode ser bem doloroso que é instalando o pacote ” systemd-sysv ” mas logo de cara por sorte já somos avisados:


      AVISO: Os pacotes essenciais a seguir serão removidos.
      Isso NÃO deveria ser feito a menos que você saiba exatamente o que você está fazendo!
      sysvinit

      Vê o tal do sysvinit?

      Dizem até que o Debian não irá adotar o systemd e sim o UpStart do Ubuntu (eca!)…

      O systemd tem de mais bacana o fato que cada programa que disponibilize um serviço a ser ativo só será feito se você o declarar com:

      # systemctl enable nome-do-serviço.service

      Do contrário ficará desabilitado, com isso ganhase desempenho sem tantas joças ativas por padrão (caso do sysvinit).

      Curtir

  2. romulo disse:

    instalei o Wheezy e quando termina a instalação aparece uma mensagem dizendo falho ao carregar o gnome 3, e nao da pra criar ícones na área de trabalho,

    Curtir

  3. Carlos disse:

    Vou esperar o seu roteiro quando de sua instalação do Wheezy a partir do zero…incluindo a source list final, os ajustes,etc.

    abração e obrigado pelas ajudas de sempre

    Carlos

    Curtir

    1. edps disse:

      SInto muito mas não haverá roteiro de instalação até porque não uso o ambiente padrão do Debian, fiz esse do LXDE para não deixar o lançamento passar em branco.

      O sources.list é esse mesmo que inclui no artigo, as excessões é que já adicionei um espelho padrão para baixar pacotes da net, coisa que o instalador não faz (só inclui os de updates), inclui também as seções contrib e non-free e o backports.

      Curtir

  4. Roberson disse:

    Brow, utilizei seu repositorio no linux mint LMDE e resolveu meu problema, antes naoe stava conseguindo atualizar os repositorios e problema principal, não estava conseguindo instalar o virtual box, apos utilizar seu repo e atualizar, reiniciei e inistalei o virtual box entre outros app sem problema. Valeu

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s