Instalação do Tor no Debian


Diferentemente de um antigo artigo que fiz para o VOL, veremos aqui a instalação simplificada do Tor no Debian (testado no Wheezy).

Instalação.

Comecemos pela adição das seguintes linhas no arquivo /etc/apt/sources.list:

### Tor Project.
### Chave GPG: gpg --keyserver hkp://subkeys.pgp.net --recv-keys 219EC810 && gpg --export 219EC810 | apt-key add -
deb http://deb.torproject.org/torproject.org wheezy main

Feito isto, prossiga com os comandos abaixo:

# gpg --keyserver hkp://subkeys.pgp.net --recv-keys 219EC810 && gpg --export 219EC810 | sudo apt-key add - 
# apt-get update
# apt-get install tor tor-geoipdb torsocks

Configuração de Navegadores.

E para finalizar, modifique nas preferências de seu navegador as configurações de proxy, acrescentando o endereço 127.0.0.1 e a porta 9050 na opção SOCKS5, deixando-a como nos exemplos abaixo:

Opera.

Na imagem abaixo, atenham-se ao fato que estou usando o Privoxy em conjunto com o Tor, por isso estou usando a porta 8118, para quem vai segui esse how-to é IMPRESCINDÍVEL que configure a porta para 9050!

Configurações de proxy do Opera.
Configurações de proxy do Opera.
Tor em uso no Opera.
Tor em uso no Opera.

Iceweasel|Mozilla Firefox.

Preferências de Rede do Iceweasel|Firefox.
Preferências de Rede do Iceweasel|Firefox.
Tor em uso Iceweasel|Firefox.
Tor em uso Iceweasel|Firefox.

Chromium.

Para facilitar, podemos instalar a extensão Proxy SwitchySharp, disponível em:

Proxy SwitchySharp.

Configuração da extensão Proxy SwitchySharp no Chromium.
Configuração da extensão Proxy SwitchySharp no Chromium.
Tor em uso no Chromium
Tor em uso no Chromium

Ou ao modo dos homens das cavernas, podemos chamar o navegador assim:

$ chromium --proxy-server="socks://localhost:9050"

Ou assim:

$ chromium --proxy-server="127.0.0.1:8118;https=127.0.0.1:8118;socks=127.0.0.1:8118;sock4=127.0.0.1:8118;sock5=127.0.0.1:8118,ftp=127.0.0.1:8118" --incognito check.torproject.org

Este último é o modo mais hardcore, pois executará o Chromium no modo incógnito e usando a rede Tor, ou seja, nada será gravado!

A única ressalva para esse último comando é que devemos utilizar uma ferramenta de proxy em conjunto com o Tor, por exemplo o Privoxy, sobre o qual falei nesta dica:

https://edpsblog.wordpress.com/2013/11/02/tor-privoxy-adblock-no-debian/

Verificando o uso do Tor.

para verificar o funcionamento do Tor, acesse o endereço abaixo:

https://check.torproject.org/.

E digite num terminal:

$ sudo lsof -ni|grep tor
Verificação do funcionamento do Tor.
Verificação do funcionamento do Tor.

Conclusão.

Usa o Tor como um serviço tem a vantagem que podemos configurá-lo para ser usado em qualquer navegador, diverentemente da dica abaixo que usa o TorBundle (e por consequência uma versão antiga do Firefox):

TOR no Linux de maneira simples!.

enjoy!.

Instalação do Tor no Debian

2 comentários sobre “Instalação do Tor no Debian

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s