Pipelight no openSUSE


Aproveitando a dica do Edinaldo sobre o Pipelight no Debian deixo aqui os passos para a instalação do mesmo no openSUSE.

Das três alternativas que testei no openSUSE, o Pipelight foi a que apresentou resultados melhores, utilizando-se da ultima versão do Flash Player e funcionando em todos os sites que visitei durante os testes. Além disso, ele tem a vantagem de fazer funcionar não somente o Flash mas também outros plugins como o Silverlight.

Para instalar o Pipelight adicione os seguintes repositórios:

# zypper ar --refresh http://download.opensuse.org/repositories/home:/DarkPlayer:/Pipelight/openSUSE_13.1/ Dark_Player
# zypper ar --refresh http://download.opensuse.org/distribution/13.1/repo/oss/suse/ Standard
# zypper ar --refresh http://download.opensuse.org/repositories/windows:/mingw:/win32/openSUSE_13.1/ Win32
# zypper ar --refresh http://download.opensuse.org/repositories/windows:/mingw:/win64/openSUSE_13.1/ Win64

1

E depois execute:

# zypper in pipelight

Este slideshow necessita de JavaScript.

Durante a instalação, será solicitada as chaves dos repositórios adicionados. Aceite-as para continuar. Após o término da instalação execute os comandos abaixo para habilitar os plugins:

# pipelight-plugin --enable flash
# pipelight-plugin --enable silverlight

6

Feito isso, basta reiniciar o navegador e o plugin será ativado conforme solicitado.

7

Caso deseje, o usuário poderá também usar o 1-Click-install e executar a instalação de forma mais rápida e automática.

Anúncios
Imagem

3 comentários sobre “Pipelight no openSUSE

  1. edps disse:

    Muito boa sua dica, aproveito aqui para dizer que fiz uma pequena alteração na minha dica, indicando alguns pacotes necessários para um bom funcionamento do Silverlight:

    ttf-mscorefonts-installer, bash, wget, zenity, kde-baseapps-bin, cabextract, e gnupg.

    O kde-baseapps-bin é por causa do kdialog e deve ser instalado apenas em ambiente KDE.

    Enquanto que o zenity deve ser instalados em ambientes GTK.

    Os demais pacotes devem estar instalados na maioria dos casos.

    Referência:

    http://pipelight.net/cms/install/compile-pipelight.html

    Curtir

    1. Obrigado pela contribuição. As fontes da Microsoft já são instaladas por padrão no procedimento que descrevi (ela é uma das dependências) mas os outros pacotes vou instalar para testar.

      Curtir

      1. edps disse:

        OK, o engraçado é que o pipelight-multi tem essas dependências no Debian:

        pipelight
        Depends: debconf (>= 0.5)
        Depends: debconf-2.0
        Depends: pipelight-multi

        pipelight-multi
        Depends: bash (>= 4.0)
        Depends: cabextract
        Depends: debconf (>= 0.5)
        Depends: debconf-2.0
        Depends: gnupg
        Depends: kde-baseapps-bin
        Depends: libc6 (>= 2.3.6-6~)
        Depends: libgcc1 (>= 1:4.1.1)
        Depends: libstdc++6 (>= 4.5)
        Depends: libx11-6
        Depends: mesa-utils
        Depends: qdbus
        Depends: ttf-mscorefonts-installer
        Depends: unzip
        Depends: wget
        Depends: wine-compholio (>= 1.7.19-1~)
        Depends: zenity

        Só que o kde-baseapps-bin não foi instalado automaticamente.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s