How-To :: Bashrc


E já que falei recentemente sobre o shell ZSH, hoje veremos como deixar o shell BASH bem bacana!.

http://bashrc.sourceforge.net.

A primeira opçao para configurarmos o ~/.bashrc será por meio do projeto bashrc, hospedado no sourceforge, nada mais simples que:

$ wget -nv http://sourceforge.net/projects/bashrc/files/bashrc-2.1.tar.gz
$ tar xf bashrc-2.1.tar.gz
$ mv bashrc/bashrc.sh ~/.bashrc

E se o BASH não é o seu shell padrão, defina-o como tal:

$ chsh -s /bin/bash $USER

Ao reiniciar sua sessão e abrir um novo terminal, você terá um shell de certa forma parecido com este:

bashrc-sourceforge-001

Abaixo, vejam os poucos aliases habilitados (lembrando que num shell menos faz a diferença) e essa diferença chama-se rapidez!

bashrc-sourceforge-002

Caso queira desabilitar as informações inseridas no topo do terminal (versão do bash, data, etc): GNU Bash: v4.3 | bashrc: sep/06/2011 | nest level: 0, no arquivo ~/.bashrc, abaixo da linha # print, desabilite:

# print
#echo -e "${cyan}GNU Bash: ${red}v${BASH_VERSION%.*}${cyan}"\
#  " | bashrc: ${red}${bashrc_v}${cyan} |  nest level: ${red}${BASH_NEST}${NC}"

Daí a meu ver, basta editá-lo de acordo com suas necessidades, em meu caso: desabilitar alguns aliases, habilitar outros, etc.

https://github.com/simos/bashrc

Este outro é bem mais completo e criar separadamente vários arquivos, para utilizá-lo:

$ git clone https://github.com/simos/bashrc
$ cd bashrc
$ make install

log:

$ git clone https://github.com/simos/bashrc
Cloning into 'bashrc'...
remote: Counting objects: 117, done.
remote: Total 117 (delta 0), reused 0 (delta 0), pack-reused 117
Receiving objects: 100% (117/117), 30.59 KiB | 18.00 KiB/s, done.
Resolving deltas: 100% (73/73), done.
Checking connectivity... done.

$ cd bashrc
edps@debian ~/bashrc

edps@debian ~/bashrc
$ make install
Copying config files to /home/edps...
You already have a ~/.inputrc. Not overwriting.
Copying done.
edps@debian ~/bashrc
$ 

Ao abrir um novo terminal, você terá um shell parecido com este:

bashrc-simos-001

E assim como no caso anterior, vejam alguns poucos aliases habilitados:

bashrc-simos-002

Cabe informar que esta configuração, provê os seguintes arquivos:

${HOME}/.bashrc
$HOME/.bashrc.bindkey
$HOME/.bashrc.complete
$HOME/.bashrc.set
$HOME/.bashrc.alias
$HOME/.bashrc.hosts
$HOME/.bashrc.local
$HOME/.inputrc

Edite-os se achar necessário.

O arquivo $HOME/.inputrc será copiado apenas se não existir no local.

Caso queira remover a data e o pwd do topo de seu terminal, remova ao final do ~/.bashrc as linhas:

date
pwd

Ficará um visual mais limpo, como este:

bashrc-simos-003

https://github.com/emilis/emilis-config

E este que é o meu preferido, pois a cada comando executado uma linha é inserida.

$ cd
$ git clone https://github.com/emilis/emilis-config
$ mv emilis-config/{.bash*,.inputrc} .
$ bash

log:

edps@debian ~
$ git clone https://github.com/emilis/emilis-config
Cloning into 'emilis-config'...
remote: Counting objects: 330, done.
remote: Total 330 (delta 0), reused 0 (delta 0), pack-reused 330
Receiving objects: 100% (330/330), 192.40 KiB | 27.00 KiB/s, done.
Resolving deltas: 100% (159/159), done.
Checking connectivity... done.
edps@debian ~
$ mv emilis-config/{.bash*,.inputrc} .
“emilis-config/.bash_aliases” -> “./.bash_aliases”
“emilis-config/.bash_node” -> “./.bash_node”
“emilis-config/.bash_ps1” -> “./.bash_ps1”
“emilis-config/.bashrc” -> “./.bashrc”
“emilis-config/.inputrc” -> “./.inputrc”
edps@debian ~
$

E ao abrir um novo terminal, você terá um shell como este:

bashrc-emilis-001

E assim como no caso anterior, vejam alguns poucos aliases habilitados:

bashrc-emilis-002

Esta configuração, provê os seguintes arquivos:

${HOME}/.bashrc
$HOME/.bash_aliases
$HOME/.bash_node
$HOME/.bash_ps1
$HOME/.bashrc
$HOME/.inputrc

Edite-os se achar necessário.

Caso queira remover o ~/.bash_node por exemplo (que não tem utilidade na minha opinião), no arquivo ~/.bashrc remova as linhas:

# Node.JS config:
if [ -f ~/.bash_node ]; then
    . ~/.bash_node
fi

t+

Anúncios
How-To :: Bashrc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s