Screenshot :: MATE Desktop 1.11.0 no Slackware


E agora veremos aqui uma screenshot do recém-empacotado MATE Desktop 1.11.0 no Slackware Current.

um show! fácil de empacotar e bastante atual, a ressalva é o consumo de RAM: quase 3x maior que no Debian.
um show! fácil de empacotar e bastante atual, a ressalva é o consumo de RAM: quase 3x maior que no Debian.

Logo mais faço a dica demonstrando o empacotamento do MATE no Slackware.

IntÉ!

Anúncios
Screenshot :: MATE Desktop 1.11.0 no Slackware

7 comentários sobre “Screenshot :: MATE Desktop 1.11.0 no Slackware

    1. ixi! pode deixar que mais tarde sai a dica de demonstração da instalação por empacotamento. Fiz o mesmo para o Cinnamon mas o desgraçado não inicia, daí instalei o driver Nvidia (pensando em ser isto) e o problema continua. Bom, pelo menos tive sucesso com o MATE.

      Um abraço.

      Curtir

      1. Você faz uso daquela dica de instalação do Slackware “limpo” antes de instalar o MATE? Eu estou ainda baixando a ISO do Current aqui e eu estava pensando justamente nisso. Instalar apenas o MATE e nada mais.

        O Cinnamon é meio estranho mesmo! Nem o Gnome Shell nem o Cinnamon eu consigo usar por muito tempo. Brinquei até mesmo com o plasma 5 e até que gostei, mas ainda faltam algumas “polidas” dos desenvolvedores que me fazem ter um certo receio de usá-lo agora. Meu negócio é mesmo XFCE, MATE e Box, não tem jeito!

        Curtir

      2. Não, não faço uso de nenhum artifício, exceto o que já demonstrei a você: baixo via git, empacoto (a instalação ocorre conforme o empacotamento termina).

        Provavelmente instalar num sistema limpo é melhor, eu simplesmente não aceito que o MATE inicie comendo 330 MB de RAM, enquanto que no Debian (Devuan) esteja consumindo isto após mais de 3 horas de uso:

        https://edpsblog.wordpress.com/2015/10/24/screenshot-devuan-mate-qmmp-0-9-3/

        Curtir

    1. Está mais para programas tentando encontrar libs inexistentes, visto que esses pacotes são meio que decepados (removidas algumas opções de configuração) para não sofrer da dependência do systemd, pulseaudio (acho que não seja o caso do MATE), mas do Cinnamon com certeza.

      Mas é só isso, embora tenha esse consumo meio que exagerado, o desktop rola suave em minha máquina, um velho Athlon64 single-core, com 4GBs de RAM com quase 10 anos de sofrimento na carcaça! rsrs. A placa de vídeo é uma Geforce 9400GT 1GB de RAM.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s