How-To :: Empacotamento do kernel gentoo-sources no Debian


E já que vimos em HOW-TO :: KERNEL GENTOO-SOURCES como utilizar um kernel compilado no Funtoo no Debian, hoje veremos como utilizar de fato os sources daquele kernel (agora numa versão mais atual, a 4.6.3), compilando e empacotando os pacotes .deb via kernel-package, obviamente você precisará de um sistema Gentoo ou Funtoo instalado num mesmo PC que o Debian.

All works! kernel gentoo-sources compilado e empacotado no Debian Jessie...
All works! kernel gentoo-sources compilado e empacotado no Debian Jessie…

E como após o big bang rsrs, tudo começa logo após você rodar num sistema Gentoo ou Funtoo, o comandozinho mágico:

# emerge --sync
# emerge --ask --jobs --update --newuse --deep @world

Que se encarregará de atualizar todo o sistema, extraindo os sources do kernel gentoo-sources mais atual e aplicando seus patches lá na longínqua pasta /usr/src/linux-$VERSION-gentoo-smp.

Mas se você não o tem instalado, instale-o assim:

# emerge --sync
# emerge -av sys-kernel/gentoo-sources

Sem a necessidade de compilar o mesmo no Gentoo ou Funtoo, reinicie seu PC e vá para o Debian, no mesmo copie a pasta dos sources do kernel Funtoo para /usr/src (lembro que aqui, a partição do Funtoo está configurada para ser montada automagicamente via /etc/fstab), se o seu caso for diferente, não precisará de muito para resolver:

# mkdir /mnt/algum-lugar
# fdisk -l
# mount /dev/dispositivo_alvo /mnt/algum-lugar

Inicie a cópia da pasta de sources, como em meu exemplo:

$ sudo cp -a /mnt/funtoo/usr/src/linux-4.6.3-gentoo /usr/src/

Modifique o nome da pasta conforme a regra a seguir:

$ cd /usr/src
$ sudo mv linux-4.6.3-gentoo linux-headers-4.6.3-gentoo

Agora, trate de instalar os pacotes -dev para empacotar seus .deb:

$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install build-essential cpp dkms g++ gcc kernel-package

Feito isto, logue-se como root:

$ su
<senha do root>

Acesse a pasta /usr/src/linux-headers-$VERSION-gentoo, como em:

# cd /usr/src/linux-headers-4.6.3-gentoo

E copie a config atual de seu kernel com:

# zcat /proc/config.gz > /usr/src/linux-headers-4.6.3-gentoo/.config

Daí, execute apenas um dos comandos abaixo:

# make silentoldconfig
ou
# make olddefconfig

Então, é chegada a hora de executar alguns comandos que corrigem um bug histórico do kernel-package:

# mkdir Documentation/lguest
# echo all: >> Documentation/lguest/Makefile

E na última etapa antes de iniciar a compilação e empacotamento do kernel gentoo-sources no Debian (E se você quiser, já que isto é opcional), edite o arquivo /etc/kernel-pkg.conf, modificando os campos MAINTAINER e EMAIL, como no exemplo abaixo:

# The maintainer information.
maintainer := Zé do Brejo
email := juarezdascandongas@gmail.com

Inicie a compilação e empacotamento com:

# fakeroot make-kpkg --initrd --append-to-version=-gentoo --revision=1.0 kernel_image kernel_headers

Ao final da compilação e empacotamento, instale os seus pacotes .deb assim:

# dpkg -i ../*.deb
# update-grub
# reboot

Abaixo seguem todas as imagens do processo:

E após um já tradicional pequeno atraso na primeira inicialização, taí meu Debian Jessie com kernel gentoo-sources:

Consumindo apenas 85MB e com um atraso de 9s no primeiro boot!
Consumindo apenas 85MB e com um atraso de 9s no primeiro boot!

IntÉ! +

Anúncios
How-To :: Empacotamento do kernel gentoo-sources no Debian

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s