How-To :: kernel gentoo-sources no Slackware!


E se em vez de ter Gentoo|Funtoo e Debian no mesmo PC, você tiver Gentoo|Funtoo e Slackware e quiser utilizar um kernel compilado no Gentoo no velho Slack?

Slackware Current + init OpenRC e kernel gentoo-sources
Slackware Current + init OpenRC e kernel gentoo-sources

Nada mais simples caro slacker! 🙂

Instalação.

Assim como no caso do Debian, você só precisa de um kernel já compilado num sistema Gentoo. De “posse” da pasta contendo os sources do kernel a ser utilizado (saudável né, isto é, bootável e funcional), seja ele o gentoo-sources, vanilla-sources, pf-sources, edps-sources ??? ou similar, copie toda a pasta contida geralmente em /usr/src da partição alvo para a pasta /usr/src de sua partição raiz, algo do tipo:

$ sudo cp -a /mnt/funtoo/usr/src/linux-4.6.4-gentoo /usr/src/

Daí, entre no diretório /usr/src, e caso existente, remova o link simbólico linux, atribuindo um novo link para a pasta alvo, como exemplo:

$ cd /usr/src/
$ sudo rm -rf linux
$ sudo ln -sf linux-4.6.4-gentoo linux
$ cd linux
ajustes na pasta /usr/src
ajustes na pasta /usr/src

Feito isto, instale o novo kernel assim:

$ sudo make modules_install
instalação do kernel e cópia de arquivos para /boot
instalação do kernel e cópia de arquivos para /boot

Por fim, execute os comandos abaixo para configurá-lo corretamente de modo que o Grub o enxergue, e o mesmo esteja utilizável:

$ sudo cp -av .config /boot/config-4.6.4-gentoo-smp
$ sudo cp -av System.map /boot/System.map-4.6.4-gentoo-smp
$ sudo cp -av arch/x86/boot/bzImage /boot/vmlinuz-4.6.4-gentoo-smp

Por segurança, tratei de criar um initrd para o mesmo, afim de evitar problemas, faça isto com:

$ sudo mkinitrd -c -k 4.6.4-gentoo-smp -f ext4 -r /dev/sdb2 -m usb-storage:ehci-hcd:ehci-pci:jbd2:mbcache:ext4 -u -o /boot/initrd.gz
craição do initrd para o kernel 4.6.4-gentoo
criação do initrd para o kernel 4.6.4-gentoo

Por fim, entre na pasta /boot e recrie alguns links simbólicos:

$ cd /boot
$ sudo ln -sf config-4.6.4-gentoo-smp config
$ sudo ln -sf System.map-4.6.4-gentoo-smp System.map
$ sudo ln -sf vmlinuz-4.6.4-gentoo-smp vmlinuz

E para finalizar atualize o seu Grub, caso use-o (para o LILO, acho que perdi as manhas, mas deve ter alguma coisa aqui no blog) :):

$ sudo grub-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg
atualização do Grub
atualização do Grub

Feito isto, reinicie seu PC:

$ sudo reboot
Tela das Opções Avançadas do Grub
Tela das Opções Avançadas do Grub

Vantagens?

Diferentemente do Debian e do Funtoo, aqui o boot passa longe dos 34|37s, ficando na casa dos 47s, mas ainda assim, não sei se o fato se deve ao OpenRC, o fato é que é exatos 20s a menos que num Slack padrão.

Para finalizar, deixo o link de um post recente onde demonstro o boot desse Slackware com o kernel gentoo-sources e o init OpenRC:

VÍDEO :: SLACKWARE + OPENRC & KERNEL GENTOO-SOURCES

E tendo dito… fui!

Anúncios
How-To :: kernel gentoo-sources no Slackware!

5 comentários sobre “How-To :: kernel gentoo-sources no Slackware!

    1. @JohnF, irei verificar o ebuild do gentoo-sources para ver o que precisa ser realizado em outras distribuições, visto que os sources são do kernel disponibilizado em http://www.kernel.org acrescido de patches do time gentoo.

      No caso que aqui demonstrei o kernel já está compilado, o que me poupa tempo, basta copiar para Debian e Slackware e instalar em menos de 5min.

      Um abraço.

      Curtir

      1. Johnf disse:

        Entendi, seria legal. Eu instalei o OpenRC seguindo o seu tutorial e, como você disse, o boot melhorou 100%
        Incrível mesmo e ate intrigante porquê já não vem integrado ao sistema (como mencionado no outro tópico).

        Uma dúvida:
        É possível utilizar o funtoo/gentoo como SO no dia dia? Ou dá trabalho mante-lo e instalar aplicativos básicos?

        Valeu cara!

        Curtir

      2. É, realmente a melhora no tempo de boot é perceptível, mas com exceção do Gentoo|Funtoo acho que o OpenRC ficará sempre em segundo plano.

        Quanto a usar Funtoo, acho que o trabalho maior se dará na instalação, onde você vai ter que ter no mínimo uns 2 dias dedicados a acertar o sistema, depois é só manter.

        A manutenção em sistemas enxutos como o meu deve ser bem mais simples que em sistemas que usam Gnome ou KDE, eu atualizo o meu sistema semanalmente, e está funcional a quase 1 ano.

        Se eu tivesse coragem em encarar uma nova instalação daria uma enxugada nas USES para deixá-lo ainda mais enxuto.

        A instalação que fiz foi segundo este artigo:

        https://www.vivaolinux.com.br/artigo/Instalacao-do-Funtoo-a-partir-do-Debian-ja-instalado

        Mas numa pŕoxima (espero que nem tão cedo! rsrs), seguirei este:

        https://www.vivaolinux.com.br/artigo/Funtoo-Current-Instalacao-completa

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s