Firefox Novo, em Toda e qualquer Distro.


Autoria de Alberto Federman Neto, albfneto

Atualização em: 17 de Novembro de 2017.

INTRODUÇÃO:

Eu tinha esta Dica já publicada:

Firefox Novo, em Toda e Qualquer Distro.

Porém o Site acabou, saiu do ar!  Por este motivo, refaço  e atualizo o protocolo, meu procedimento, aqui.

Todos sabem, Firefox é o mais importante e o mais usado dos Navegadores em Linux. Ele está em todas as Distros, mas pode estar desatualizado.

Fazendo os procedimentos descritos a seguir, você poderá ter sempre o Firefox mais recente, independentemente do que está instalado na sua Distribuição.

Para detalhes do que vem a seguir, o meu Método é semelhante ao que descrevi para outro Navegador, o SeaMonkey:

Navegador/Suíte SeaMonkey, em Toda e Qualquer Distro.

e o processo usado por Fagner Candido:

Instalando Mozilla Firefox 3 no Debian Lenny.

E relacionado ao Método simplificado, publicado pelo nosso Amigo Edinaldo, o EDPS, o Dono deste Blog:

Firefox no Linux, em 5 Passos.

Vamos a meu Método…

ESCOLHENDO E BAIXANDO O FIREFOX:

Se você acessar o Site Geral do Firefox na Mozilla, verá que há várias versões de Firefox: Os Beta, os Candidatos, Firefox Releases (os que foram lançados Oficialmente) e os Firefox de Testes, os “Firefox do Futuro”, os Nightly.

Navegando no Site, você pode escolher dentre eles, o Firefox mais novo e/ou mais adequado para você.

Em um exemplo, como testador Beta da Mozilla, eu testo os mais novos, os Firefox Nightly, que são os Firefox do futuro,

No momento, os mais novos são os Firefox 59, Alpha 1. Eles podem ser achados (em várias línguas) para Linux de 32 e 64 Bits, para Windows etc…. navegando nas links abaixo, do FTP Mozilla:

Latest Mozilla Central.

Firefox Nightly de testes, Inglês Americano.

Ou nestes outros Sites:

Mozilla Firefox Nightly, in your language.

Firefox Beta, Nightly and Developer Editions.

Firefox, pt-BR.

o corrente, Oficial,  é o 57, Quantum. Em Português do Brasil: 57, Quantum, pt-BR.

Você pode usar um deles… Mas como sou Testador Beta da Mozilla, eu sempre uso e sugiro os Firefox mais novos, os Nightly.

Dentre os Firefox Nightly, verá que há os Beta, os Aurora e os Central. Depende da data do futuro lançamento…primeiro são lançados os Beta, depois os Aurora e finalmente os Central.

Portanto, em resumo, navegando no Site, você pode escolher entre o Firefox Oficiais correntes e os futuros.

Em nosso exemplo, vamos escolher o Firefox mais novo…. para Linux, 64 Bits, Firefox Nightly, Central, 57 Alfa1, em Português do Brasil. Baixe-o deste endereço:

Firefox, Linux, 64 Bits, Versão 59a1, de 17 de Novembro de 2017.

Baixe e salve em uma pasta que fez e conhece a localização. No meu exemplo, minha pasta pessoal de baixar pacotes: /home/albfneto/Desktop/PACOTES.

$ cd /
$ cd  ~/Desktop
$ mkdir PACOTES
$ cd PACOTES

Eu baixei com o Navegador mesmo. Se quiser use wget, curl, aria2, axel etc…. Baixou? É um Arquivo comprimido, em formato tar.bz2.

EXPANDINDO:

Expanda o Arquivo do Firefox, usando sua interface gráfica, ou com pacotes de compressão ou arquivamento, como Ark, File-Roller ou Emgrampa. Pode ainda usar o comando:

$ tar -jxvf firefox.........>>>.tar.bz2

Observe o nome completo do Arquivo de Firefox que você baixou!

EXECUTANDO:

Agora é que vem o truque . Afortunadamente, os Firefox são pré-compilados e podem executar por sí sós, standalone, independentemente da Distro ou do ambiente gráfico.

Eis a Pasta onde está expandido meu Firefox, /home/albfneto/Desktop/PACOTES/firefox

Pasta do Firefox, expandido. Note o Script Interno, onde está o cursor do Mouse.

Basta agora executar o script interno:

$ ./firefox

Se você quiser, crie um Atalho no Desktop, para executar apenas clicando.  Você pode usar sua interface gráfica, “Criar Novo Link para Aplicativo” ou, crie um arquivo de texto, chamado firefox.desktop, contendo as seguintes linhas.

[Desktop Entry]
Exec=/home/albfneto/Desktop/PACOTES/firefox/firefox
Icon=/home/albfneto/Desktop/PACOTES/firefox/browser/icons/mozicon128.
png
MimeType=
Name[pt_BR]=Firefox
Name=Firefox
Path=/home/albfneto
StartupNotify=true
Terminal=false

Note o caminho, o path,  a localização do Ícone, e se necessário, adapte para a sua pasta, onde baixou e expandiu seu firefox.

Agora, cada vez que você clicar no seu Atalho o Firefox novo vai executar. Lembre de manter sempre fechado, não usar mais o Firefox Original de seu Sistema.

Lembre também que, instalado da maneira que descreví, ele está no Canal Nightly e vai atualizar sózinho e automáticamente…. Não precisará mais reinstalar.

Muito possível (mas depende de sua configuração) quaisquer Temas, Complementos, Favoritos etc…. que você tem ou usava no Firefox normal do sistema, deverão ser mantidos. Eles serão portados para o novo Firefox, posto que usam as mesmas personalizações, mesmos defaults.

Alguns complementos não irão funcionar, pois estão sendo adaptados ainda para funcionar na versão Quantum.

Se desejar, você pode inclusive copiar a pasta firefox toda e terá seu firefox protegido

Eis meu  novp Firefox, Nightly, 59, Alfa 1, 64 Bits, em Português do Brasil, aberto em Sabayon Linux, 17.10, com KDE 5.

Firefox, Nightly, 59, Alpha 1, em Português do Brasil, É o Firefox “Quantum” do Futuro.

COMPLEMENTOS E CONCLUSÃO:

Ao menos em Sabayon Linux e OpenSUSE ,verifiquei que os complementos e temas que instalei, favoritos etc… sempre se mantinham (mas não no Quantum. certos complementos poodem não funcionar)

A atualização do firefox, vai ocorrer automáticamente, isto é, ele se atualiza sózinho.

Como sou Testador Beta, sempre uso os Firefox dessa maneira independente,  mas se quiser, mova seu firefox para a pasta /opt/mozilla-firefox e crie um link simbólico, adequado, substituindo o Firefox do sistema.

Para fazer isso, ou variantes disso, veja Detalhes em:

Firefox no Linux, em 5 Passos.

Firefox, no Linux, em Apenas 5 Passos.

Instalando a Última Versão de Firefox no Slackware, com AutoUpdate.

Instalando Firefox Original no Debian Squeeze.

Como Instalar Firefox, pelo Terminal.

Firefox no Linux, Manualmente.

Os procedimentos acima descritos irão “instalar” (embora de maneira independente e standalone), o Firefox mais novo… Mantenha o Firefox padrão do sistema, fechado, não o use mais.

A vantagem do meu método é que funcionará em qualquer Distribuição e versão de Linux.

Eu uso bastante,a anos. O procedimento foi testado em Sabayon Linux, EMMI  e OpenSUSE.

Anúncios
Firefox Novo, em Toda e qualquer Distro.

Um comentário sobre “Firefox Novo, em Toda e qualquer Distro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s