How-to :: Portage + GIT


Veremos aqui como configurar o Portage no Gentoo para sincronizarmos o repositório oficial com o GIT, um método muito mais rápido e eficiente que o velho RSYNC.

Comecemos pela edição do arquivo /etc/portage/repos.conf/gentoo.conf, deixe-o assim:

[DEFAULT]
main-repo = gentoo

[gentoo]
location = /usr/portage
sync-type = git
sync-uri = https://github.com/gentoo/gentoo.git
#sync-uri = https://github.com/gentoo-mirror/gentoo.git 
#sync-uri = https://gitweb.gentoo.org/repo/sync/gentoo.git 
auto-sync = yes

#[DEFAULT]
#main-repo = gentoo
#
#[gentoo]
#location = /usr/portage
#sync-type = rsync
#sync-uri = rsync://rsync.gentoo.org/gentoo-portage
#auto-sync = yes

# for daily squashfs snapshots
#sync-type = squashdelta
#sync-uri = mirror://gentoo/../snapshots/squashfs

Feito isto, já podemos sincronizar o repositório com emerge –sync, mas tive alguns problemas aqui, então, adotei os seguintes passos (apenas precaução para não perder todo o conteúdo da pasta /usr/portage/distfiles) rsrs:

# mkdir /usr/portage-rsync
# mv /usr/portage/* /usr/portage-rsync
# emerge --sync
# eselect news read

Este slideshow necessita de JavaScript.

Após a sincronização, aproveito para mover as pastas distfiles e packages para /usr/portage:

# mv /usr/portage-rsync/{distfiles,packages} /usr/portage/
# rm -rf /usr/portage-rsync

Então, cabe-nos apenas atualizar o sistema com:

# emerge --ask --update --newuse --deep @world
# emerge --depclean

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em seguida (ou no dia seguinte) uma nova sincronização com meu usuário normal e seus aliases:

# emerge --sync
# emerge --ask --update --newuse --deep @world
# emerge --depclean

Este slideshow necessita de JavaScript.

IntÉ! +

How-to :: Portage + GIT

9 comentários sobre “How-to :: Portage + GIT

  1. curioso, nós usamos Distros diferentes, mas às vezes, temos gostos parecidos, para os pacotes e os procedimentos.
    Vc gosta de Neofetch e Screnfetch, eu também, vc gosta de Portage, eu também, eu uso QMMP e lembrei que vc já usou etc…

    Curtir

    1. SIm, gostamos de muitos pacotes parecidos (e odiamos outros também como o Chrome|Chromium rsrs), muito embora o Google Chrome no Gentoo seja muito rápido, com certeza o mais rápido que tenho aqui.

      Curtir

  2. Só uso Chrome ou Chromium, de vez em quando…. Acho muito Clean… Clean demais pro meu gosto! rsrsrsrsrrsrs MAs o Firefox, o Opera, o Vivaldi, e o SeaMonkey, eu gosto bastante….

    Pacotes Odiados? Lembrei que vc também não gosta muito de Systemd…

    Quanto ao Pulseaudio, ele tá melhorando.
    Agora funciona, pelo menos,funciona. Em Sabayon e OpenSUSE, funciona.

    Curtido por 1 pessoa

    1. É, o PulseAudio melhorou bastante, mas se eu puder não utilizá-lo ainda prefiro o ALSA. E é isso o que difere o GEntoo do resto, a LIBERDADE de montar o seu sistema da forma que quiser!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s