Usando Seu Velho HD comum, como HD Externo.


Autoria de Alberto Federman Neto, albfneto

Atualizado em 13 de Julho de 2018.

Não é sobre Software Livre, mas sobre Hardware. Publico porque considero útil.

Uso de um HD comum, interno, como se fosse um HD externo portátil.

A. Introdução:

Muitos usuários de Linux ou de Windows, conhecem e usam HDs portáteis, HDs externos.

Porém eu tinha um velho HD comum, de 3.5 polegadas, interno,  Seagate, de1 Terabyte. Ele havia sido trocado do meu computador da USP.

Pensava-se que estava corrompido, mas o problema era só nos cabos de energia…. Então pensei: “Este HD deve estar razoável, e os dados nele, são, de certa forma, um backup. Porque não usá-lo?”

Este Artigo se refere ao uso de uma “gaveta” para HD, que o transformou em um HD externo, portátil. Funcionou muito bem, por isso resolvi publicar.

B. Gaveta para HD:

Publico como uma Dica, porque achei bem útil.

Se você tiver um velho HD sem uso, mas ele funciona, você pode fazer como eu. Use uma gaveta para HD, que é uma solução econômica, em relação a comprar um grande HD externo.

Comprei uma gaveta com fonte externa, para HD comum de 3.5 polegadas.  Chama-se comercialmente: “Porta HD de 3.5” para Armazenamento Externo” .

Comprei uma de marca Pixxo, China . Modelo:  AE-3533-SRPX. Importador:  Home Tech Com. Ind. Ltda, Brasil.

Observação: AE-3533-SRPX ,  propriedade e fonte da imagem é FG Tech. Brasil.

Essa gaveta pode ser achada facilmente no mercado nacional, a um preço conveniente, relativamente baixo. Mesmo menor do que um disco rígido externo convencional.

É um produto de boa qualidade, que me surpreendeu. Com caixa metálica vermelha, em alumínio anodizado, leve e bem construida. Acompanha fonte de alimentação externa e os cabos para ser ligada e conectada em uma porta USB. Tem até um pequeno ventilador, um micro “cooler“, que vai manter o HD frio.

Na minha modesta opinião, é uma excelente alternativa ao HD externo, principalmente se você tiver um HD comum funcionando, e quiser aproveitá-lo.

C. Usando:

O HD comum de 3.5” é montado dentro da gaveta, e ela tem os conectores SATA para o slot de dados e de energia. A montagem é bem intuitiva, mas é amplamente descrita no manual de instruções que acompanha o produto.

Mostrando em uma figura, como o HD é conectado na Gaveta (embora com outra marca de gaveta):

Como um HD é Conectado na Gaveta.

Observação: Fonte da Imagem, Mercado Livre.

Para outras marcas de gaveta, veja instruções gerais.

Montado o HD dentro da gaveta, ligue o cabo da fonte externa e conecte a gaveta em uma porta USB.

Para Windows, a embalagem contém um micro CD com os drivers. Mas afortunadamente, é totalmente Plug and Play, em Linux.

Conecte os cabos da fonte e USB, e ligue o micro.  Um LED azul indica que a gaveta está ligada, e a transmissão dos dados é indicada pelo piscar de um LED vermelho.  Ainda, se quiser desligar, o painel tem um chave, botão frontal, que desliga a fonte.

Vejam como o HD dentro da gaveta é reconhecido pelo SO do micro, Sabayon Linux atualizado a 18.08.

Na imagem, o Gparted  com as partições do HD inserido na gaveta. É sdc, Na imagem da direita, é a  “seção Windows” da gaveta marca Pixxo, como se estivesse conectada em um Windows.

Imagem das Partições, no Gparted, da Gaveta Pixxo, com o HD Inserido Nela, Mostrando que Está funcionando, com as Partições Acessíveis.

Podem ser vistas todas as antigas partições, com as duas instalações de Sabayon Linux e o OpenSUSE e as antigas partições /home.

Lembro a vocês, que neste caso, estou no Boot do Sabayon principal do micro, sdb5, disco  é o HD do micro, sdb, partição 5. sda é o SSD com Windows, e o HD velho da gaveta é sdc.

Vejam no terminal do Sabayon principal, mostrando as partições do HD inserido na gaveta (esta, espetada na porta USB). Comando que usei:

$ sudo fdisk -l | grep -i sdc
Sabayon Principal, Versão 18.08, xfce4-terminal, Mostrando as Partições do HD inserido na Gaveta.

Demonstra-se, assim, o uso de um HD velho, inserido na gaveta, com partições e dados, podendo ser considerado uma espécie de “HD externo” , com dados e SOs, com/para Backup.

Os dados do meu velho HD que foi trocado, podem ser utilizados, e ainda, ficaram portáteis.

D.Utilidade:

Observe como pode ser útil.

Na imagem, há vários antigos Artigos Científicos que uso (sou Químico)  em minha pesquisa, na Universidade.

Gerenciador de Arquivos Thunar, Mostrando os Documentos no HD inserido na Gaveta.

Eles estão em uma das partições /home desse velho HD. Basta plugar a gaveta na porta USB, ligar a fonte externa, ligar o micro, procurar a partição e a pasta, e pronto, os dados estão aí. Os copiei para o HD de trabalho do micro, e guardei o Backup.

Desejando, você pode inclusive copiar arquivos e mesmo, clonar as partições inteiras, para outro HD.

Contudo, eu não clonei, pois algumas das partições desse velho HD (que já tem 9 anos), estavam mesmo corrompidas:

Thunar mostrando uma das partições corrompídas.

Importante observar… Estas gavetas com HDs,  “DockStations” , não são só para Linux, elas funcionam também para MAC e para Windows.

E. Apagando e Redimensionando Partições:

Com o intuito de usar o espaço restante no velho HD da gaveta, usando Gparted, eu redimensionei algumas partições e deletei a Swap e as partições corrompidas.

Mas não mexi nas NTFS, pois elas são muito delicadas, mas ainda tenho bastante espaço, se eu quiser guardar arquivos NTFS.

F. Fazendo Backup Novo:

Na imagem, veja que estou usando parte do espaço não alocado, fiz uma partição NTFS nova e estou backpeando documentos do Sabayon principal. Para facilitar, o gerenciador de arquivos que usei é o Krusader. Gosto (veja a Dica 20, neste Artigo) porque ele é muito prático e monta facilmente qualquer partição ou pasta.

Usando Gerenciador de Arquivos Krusader para Fazer Backup de Documentos, Salvando no HD Inserido na Gaveta.

G. Após o Uso:

Após o uso, em teoria, você poderá desconectar a gaveta, mas é sempre bom desmontar as partições etc…

Isso pode ser feito com comandos, tipo (se o HD da sua gaveta é sdc):

 
$ sudo umount /dev/sdc

Caso não desmonte, há outros comandos que pode tentar, mas, mais facilmente,  pode desmontar,usando o seu Gerenciador de Arquivos, ou mesmo o Gparted.

Desmontado o HD da gaveta, o LED vermelho de dados irá apagar. Agora pode desligar o botão da gaveta, que desliga a fonte.

Um jeito rápido de desmontar e tirar. Simples, feche sua sessão do Linux, desligue o micro. Isso vai desmontar tudo. Com o micro desligado, desplugue a gaveta e a fonte.

Meu antigo HD que estava encostado…. Vida nova para ele!

Usando Seu Velho HD comum, como HD Externo.

2 comentários sobre “Usando Seu Velho HD comum, como HD Externo.

  1. Piu disse:

    ótimo artigo!
    apesar de eu achar que, não existe “HD velho”, pois todo espaço que se encontra em nossas “mãos”, são utilizáveis, nunca ficando “velho” =P
    mas, enfim, pra iniciantes é realmente um ótimo artigo.
    parabéns e parabéns pelo blog

    Curtir

    1. Na realidade, o “Dono” do Blog é o meu amigo EDPS, o Edinaldo. Eu sou um Co-Autor e Moderador.
      HD “Velho”, porém, ele pode ter já badblocks, mas geralmente dá ianda para usar alguma coisa.
      Por HD velho, eu quiz dizer HD que já foi substituído, não é mais o HD principal de um micro.
      Esse HD tem 9 anos, mas para backup, ele está utilizável.
      Minha opinião, na realidade, HD muito velho, pode estar queimado, repleto de badblocks e aí, ele não serve mais mesmo, mas um HD dura muito tempo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s