Dica :: O velho Opera 12.16 em seu sistema


Para aqueles que como eu ( e acho que são poucos! rsrs) que ainda curtem o velho Opera 12.16, venho aqui demonstrar como contornar a situação de ser obrigado a usar a versão mais atualizada desse navegador.

Void Linux + polybar + menu rofi e o velho Opera 12.16

Verdade seja dita, os navegadores atuais: Chromium|Chrome, Firefox, Opera, Vivaldi, etc são bons ao que se propõe, mas consumem recursos que é uma maravilha, inclusive, já vimos aqui configurar o Chromium de modo a consumir menos recursos, ou tornar a sua compilação mais rápida no Gentoo, etc.

Mas devo salientar que a minha predileção pelo velho Opera 12.16 (embora inseguro) se dá ao fato do mesmo incluir numa mesma suite: navegador, cliente de email, cliente de feeds rss e cliente bittorrent (embora esse último eu desative), tão completo quanto ele acho que só o SeaMonkey, sucessor do saudoso Mozillão!.

E também porque até hoje não encontrei nenhum cliente de feeds que me deixasse satisfeito! já testei vários, exemplos podem ser vistos no link abaixo:

feeds @ Mundo GNU

Dada a explicação, caso tenha interesse em instalar este navegador em seu sistema e sua distro não o disponibilize, proceda assim em sistemas x86_64:

$ wget -nv http://ftp.opera.com/pub/opera/linux/1216/opera-12.16-1860.x86_64.linux.tar.xz
$ tar xf opera-12.16-1860.x86_64.linux.tar.xz
$ cd opera-12.16-1860.x86_64.linux
$ ./install --name opera-legacy --user

Este slideshow necessita de JavaScript.

Onde opera-legacy foi o nome que utilizei para que não conflite com as novas versões do Opera (isso se você as tiver instaladas), algo semelhante ao que fiz no SlackBuild que mantenho (use o nome que quiser).

Em sua $HOME será criada uma pasta de configurações do programa QUE em vez de manter o tradicional nome .opera terá o nome utilizado no comando de instalação, em meu caso, .opera-legacy, desta forma você poderá utilizar as versões mais modernas deste navegador sem que as configurações se misturem|conflitem com as antigas.

Em sistemas x86:

$ wget -nv http://ftp.opera.com/pub/opera/linux/1216/opera-12.16-1860.i386.linux.tar.xz
$ tar xf opera-12.16-1860.i386.linux.tar.xz
$ cd opera-12.16-1860.i386.linux
$ ./install --name opera-legacy --user

Já realizei esse mesmo processo no Debian Stretch, Devuan, SolusOS e agora no Void Linux.

Este procedimento é desnecessário se você utiliza Slackware (opera-legacy no SlackBuilds), Arch Linux (opera-legacy no AUR) ou Gentoo (opera).

Para desinstalar, visto que aqui o programa é instalado em seu ambiente de usuário, nada mais simples que:

$ sh /$HOME/.local/bin/uninstall-opera-legacy

t+

Dica :: O velho Opera 12.16 em seu sistema

2 comentários sobre “Dica :: O velho Opera 12.16 em seu sistema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s