How-To :: Void Linux MATE.


Já vimos aqui a instalação mínima do Void Linux pelo método tradicional (que é baixar, gravar a imagem em pendrive ou CD) e outra por meio de chroot.

Hoje veremos como instalar a versão MATE do Void Linux, e este é na minha opinião o melhor ambiente para se trabalhar, porque é mais leve que Gnome, Cinnamon ou KDE e mais completo que o XFCE ou outro DE ou WM, ou seja, uma ótima escolha para quem quer testar o Void.

Download.

Baixe a mídia de instalação de acordo com a sua arquitetura, abaixo estarão os links para ambas:

# Void x86.
$ wget -c -T0 https://a-hel-fi.m.voidlinux.org/live/current/void-live-i686-20181111-mate.iso

# Void x86_64.
$ wget -c -T0 https://a-hel-fi.m.voidlinux.org/live/current/void-live-x86_64-20181111-mate.iso

Proceda com a gravação da imagem em um dispositivo qualquer, como um pendrive.

# dd if=void-live-x86_64-20181111-mate.iso of=/dev/sdX bs=1M; sync

Carregue a mídia de instalação e aguarde o carregamento da sessão MATE:

Após carregar a sessão, abra um terminal e digite:

$ sudo su
# void-installer

A seguir surge o menu do Void Installer:

Tecle ENTER em KEYBOARD para configurar o teclado…

Você retornará ao menu principal e irá configurar a rede:

Em seguida escolha se quer instalar os pacotes da mídia de instalação (ou se quer baixá-los da internet), eu optei por local:

Escolha o nome da máquina:

Agora será a vez dos Locales do sistema:

Escolha sua localidade:

Defina a senha de root, crie o seu usuário normal e defina sua senha e a quais grupos quer que o mesmo faça parte:

Acima numa das imagens se vê que habilitei os grupos: storage, scanner e users, fora os que já vem habilitados por padrão.

Agora selecione o dispositivo onde irá utilizar as partições para a instalação:

A seguir vem uma parte importante, se o seu sistema for UEFI escolha o GPT, se for o velho padrão MBR escolha o DOS.

Sendo UEFI o meu PC, eu devo criar uma partição de 100MB formatada em VFAT para a partição /boot/efi. Antes de gravar as mudanças selecione essa partição, vá em TYPE e procure e tecle ENTER em EFI.

Adicionei uma SWAP apenas porque é padrão, há quem gosta de usá-la, há outros que não, etc.

Na imagem abaixo se vê 3 partições:

A seguir defina os pontos de montagem para a partição de boot (1) (se usa UEFI), além da SWAP (2) e partição raiz (3)

Tecle ENTER em INSTALL para começar a instalação:

Ao final, reinicie o PC.

Abaixo já vemos a tela do Grub com um kernel bem vellho (essa mídia é de 11 Nov 2018):

Tela de login do LXDM:

Desktop carregado!

Abra um terminal e digite:

$ sudo xbps-install -Suv

Nessa primeira passada o XBPS será atualizado:

Execute novamente:

$ sudo xbps-install -Suv

E dessa vez todos os pacotes serão atualizados (492MB de download):

Ao reiniciar o PC você já verá um kernel mais atual na tela do Grub:

E pronto! abaixo vemos o desktop novamente carregado, já com o novo kernel e todo atualizado:

Agora para aprender a usar um pouco sobre o Void Linux, aqui no blog tem algumas coisas sobre desde a remoção de kernel antigos, sobre a escolha de espelhos mais rápidos, compilação manual de kernel e etc.

Void Linux @ MUNDO GNU

Inclusive ando até pensando em deixar o Gentoo de lado e ficando só com o Slackware e o Void, pois é nesse último que tenho tudo o que utilizo instalado facilmente e sem tanto trabalho (com compilações), já possui mais de 11.000 pacotes, está cada dia está mais completo e é atualizado constantemente.

Só não usa ou testa quem não quer! 😉

t+

Anúncios
How-To :: Void Linux MATE.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s